Casa FIAT de Cultura faz percurso virtual pelas ruas de BH para mostrar vocação dos mineiros para a modernidades

Primeira edição do Encontros com o Patrimônio de 2021 convida público a um “passeio online” pelas ruas da capital, para conhecer as edificações modernas da cidade

Casa Fiat de Cultura continua celebrando os 300 anos de Minas Gerais, por meio de eventos e ações que refletem as características tão próprias do estado. No dia 24 de janeiro, das 11h às 12h30, a instituição realiza o Encontros com o Patrimônio “Belo Horizonte: uma cidade, um ideal — a vocação mineira para a modernidade impressa nas ruas de BH”, com apresentação da historiadora e coordenadora do Programa Educativo, Clarita Gonzaga. O evento será realizado por meio de transmissão online e a participação é gratuita, mediante inscrição na Sympla.

No bate-papo, Clarita Gonzaga apresentará um percurso virtual, produzido especialmente para o evento, que tem início no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, em frente ao Automóvel Clube, e segue pela Av. João Pinheiro, passando pelo Museu Mineiro e pelo Arquivo Público Mineiro, até chegar à Praça da Liberdade e à Casa Fiat de Cultura, diante do painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari. A historiadora destaca aspectos históricos das edificações selecionadas, revelando características estéticas e arquitetônicas. Em seguida, bate um papo com o público, que poderá participar ao vivo, por meio de perguntas. Será abordada a história de Minas Gerais, desde seu desbravamento por bandeirantes, passando pelo ciclo do ouro e pela Inconfidência Mineira, até a cafeicultura e o início da industrialização. “Os momentos da história dão destaque a diferentes maneiras de pensar e viver, que se caracterizam por aspectos estéticos distintos e podem ser compartilhados no espaço urbano, por exemplo”, reflete Clarita.

CASA FIAT DE CULTURA Restauro do painel ” Civilizacao Mineira” de Portinari em 1959 instalado no antigo Palacio dos Despachos e futura sede da Casa Fiat de Cultura, conduzido pela restauradora do Grupo Oficina de Restauro, Rosangela Costa . Na foto o painel antes do restauro ©Leo Lara/Studio Cerri

Belo Horizonte foi construída como símbolo do que de havia de mais moderno naquele tempo: os ideais republicanos (em sobreposição ao passado monarquista colonial), o espírito positivista (que remete aos fundamentos da República) e o Ecletismo (estilo arquitetônico que ditava as referências do momento). Em formato inédito, o Encontros com o Patrimônio de janeiro leva ao público curiosidades sobre a capital mineira, reconhecida por seu traçado planejado e inovador. A historiadora Clarita Gonzaga reforça a relevância desse encontro, tanto para os belo-horizontinos quanto para pessoas de outras cidades e estados: “As cidades são vivas e, como todas as coisas vivas, hão de se transformar. Se apurarmos um pouco o nosso olhar, para além do corre-corre e das rotinas do dia a dia, podemos perceber essas transformações e a poesia da passagem do tempo, que compartilhamos cotidianamente, ainda que sem dar muita atenção ou valor”.

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL

O Encontros com o Patrimônio “Belo Horizonte: uma cidade, um ideal — a vocação mineira para a modernidade impressa nas ruas de BH” é realizado pela Casa Fiat de Cultura, com apoio do Ministério do Turismo, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, patrocínio de Fiat Chrysler Automóveis (FCA) e Banco Safra. A palestra conta com apoio institucional do Circuito Liberdade, do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), do Governo de Minas e do Governo Federal, além de apoio cultural do Programa Amigos da Casa, da Brose do Brasil e da Expresso Nepomuceno. 

Casa Fiat de Cultura

A Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural brasileiro, ao realizar as mais prestigiadas exposições. A programação estimula a reflexão e interação do público com várias linguagens e movimentos artísticos, desde a arte clássica até a arte digital e contemporânea. Por meio do Programa Educativo, a instituição articula ações para ampliar a acessibilidade às exposições, desenvolvendo réplicas de obras de arte em 3D, materiais em braile e atendimento em libras.

Atualmente, 60 mostras de consagrados artistas brasileiros e internacionais, já foram expostas na Casa Fiat de Cultura, entre os quais Caravaggio, Rodin, Chagall, Tarsila, Portinari entre outros. Há 14 anos, o espaço apresenta uma programação diversificada, com música, palestras, residência artística, além do Ateliê Aberto – espaço de experimentação artística – e de programas de visitas com abordagem voltada para a valorização do patrimônio cultural e artístico.

A Casa Fiat de Cultura é situada no histórico edifício do Palácio dos Despachos e apresenta, em caráter permanente, o painel de Portinari, Civilização Mineira, de 1959. O espaço integra um dos mais expressivos corredores culturais do país, o Circuito Liberdade, em Belo Horizonte. Mais de 2,7 milhões de pessoas já visitaram suas exposições e 550 mil participaram de suas atividades educativas.

SERVIÇO

Encontros com Patrimônio online – mês de janeiro

Belo Horizonte: uma cidade, um ideal — a vocação mineira para a modernidade impressa nas ruas de BH

24 de janeiro, das 11h às 12h30 – Bate-papo virtual

Inscrições

Casa Fiat de Cultura

Circuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG

Informações

(31) 3289-8900

www.casafiatdecultura.com.br

www.circuitoculturalliberdade.com.br


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.