Viagem

Caxambu uma joia na Serra da Mantiqueira

Reportagem e fotos: Carla Silva

Entre montanhas e plantações de café no Sul de Minas está a aconchegante Caxambu. Fomos visitar essa pequena e encantadora cidade no caminho da Estrada Real. Famosa por suas águas medicinais, que atraíram até a Princesa Isabel, ela recebe os visitantes de braços abertos com boa comida e hospitalidade.

Caxambu foi um dos primeiros destinos turísticos brasileiros. Ainda no tempo do Império, no século XIX, a cidade já atraía visitantes em busca das suas famosas águas sulfurosas.

Parque das Águas
Foto: Carla Silva

PARQUE DAS ÁGUAS

Caxambu tem a maior concentração hidromineral do planeta. São 12 fontes de águas minerais e um gêiser. Algumas das fontes contam com mais de 20 elementos químicos.

Cada fonte tem uma característica específica, a fonte Princesa Isabel, por exemplo, tem propriedades que ajudam no combate a anemia; a Mayrink ajuda em problemas nos olhos. Por isso indicamos que você visite o parque com calma para ler as placas que explicam cada fonte. Não esqueça de levar um copo ou uma garrafa para provar de cada fonte.

Escolha um sapato confortável para fazer uma caminhada entre os bosques, alamedas e jardins. Além das fontes, o parque tem um lindo lago. A entrada do parque custa R$ 5 reais.

Gêiser – Conhecido como Gêiser Caxambu, é o único na região do Circuitos das Águas. A temperatura morna da água mineral que jorra toda manhã, às 10 horas, é um convite para o banho e, por ser sulfurosa, proporciona, além de prazer, um banho energizante e medicinal.

Mesmo que não tenha vontade de tomar banho no gêiser é divertido esperar a hora dele jogar as águas para cima.

Foto: Carla Silva

O Balneário Hidroterápico, localizado no interior do Parque e inaugurado em 1879, é o marco mais importante das recorrentes visitas da Princesa Isabel e Dom Pedro II. Os banhos especiais, e a piscina térmica, hidroterapia, cromoterapia, massagens e outros serviços para o bem estar e saúde, continuam atraindo turistas do Brasil e do mundo.

Balneário Hidroterápico Foto: Carla Silva

ONDE FICAR – HOTÉIS E POUSADAS

Caxambu oferece diversas opções de hotéis, durante a nossa estadia, vistamos alguns deles. Assim como cidade, eles também misturam história com modernidade.

O Hotel Lopes localizado ao lado do Parque da Águas oferece dois estilos diferentes de acomodações: Colonial e Contemporâneo. Além disso, conta com duas piscinas, sendo uma delas aquecida, salão de jogos e academia. O café da manhã é bem servido. A entrada do prédio foi feita aproveitando uma construção de 1912.

O que destaca o Palace Hotel é o seu pé direto duplo e sua a arquitetura. Ele foi construído em 1892 como Hotel-Cassino. Seus corredores lembram muito o filme O Iluminado (1980) de Stanley Kubrick. Conta com piscina, restaurante e centro de convenções.

Para que gosta de espaço Hotel Glória Caxambu Resort & Convention é uma boa opção. O hotel conta com uma clássica arquitetura, ocupando uma área de um quarteirão. Tem estruturas de piscina, quadra de esportes, restaurante. Fica em frente ao Parque.

Um dos hotéis mais antigos em operação no Brasil é o Hotel Caxambu, fundados em 1884. Conserva a fachada antiga e colonial, mas possui instalações modernas. Conta com restaurante e piscina.

Há 6 km de distância do centro de Caxambu fica a Pousada Museu Estrada Real, lá o turista experimenta uma junção de entretenimento, história do brasil e educação em um único ambiente. A construção da pousada retrata exatamente a arquitetura Barroca do século XVIII, com destaque para estatuas de tamanho real das principais figuras históricas do Brasil Colônia e Imperial.

Você também encontra opções de estadia no Airbnb.

O QUE FAZER

Além das fontes, você pode aproveitar outras atrações. Para quem gosta de natureza e de altura o Morro Caxambu é uma boa pedida. O morro que dá nome à cidade, e já foi marco para os bandeirantes, pode ser acessado pelo teleférico que parte da cidade, acima do Parque das Águas. Ele percorre ao todo 760 metros, sendo 7 minutos e meio de passeio. Ir pelas trilhas caminhando, ou pela estrada de carro, também são formas de chegar ao platô.

Outro modo de conhecer a cidade é fazer um passeio de charrete, elas fazem vários circuitos programados.

O Museu Histórico e Genealógico e as igrejas registram parte da história da cidade. O Museu, recém reformado, está em um prédio construído em 1869 para abrigar as caixas d’águas que abasteciam a cidade.

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios – inaugurada em 1906, tem um estilo arquitetônico gótico, e é palco das principais festas religiosas da cidade.

Igreja Santa Isabel da Hungria – a construção teve início em 1868 para cumprir uma promessa feita pela Princesa Isabel por ter alcançado um graça através as águas da cidade.

Cinema – O turista também pode aproveitar o tempo livre a noite em vendo um filme no cinema da cidade. Ele tem é um cinema de rua, daqueles de antigamente.

GASTRONOMIA – FESTIVAL BOA MESA

Quem gosta de comer e beber também encontra espaço em Caxambu. São restaurantes, bares e feiras que apresentam a tradicional comida mineira e contemporânea.

Aos sábados os turistas podem aproveitar a feira orgânica da Praça 16 de setembro, ao lado do Parque da Águas. Lá podem ser encontrados frutas, pães, queijos e artesanato. No calçadão ao lado da praça e na avenida principal estão disponíveis diversos bares, restaurantes e cafés.

Para que gosta de pizza e comida italiana a melhor opção é o Agostini Restaurante e Pizzaria ele fica junto ao Hotel Lopes.

FESTIVAL BOA MESA

Quem ir visitar Caxambu entre os dias 1º de abril e 2 de maio poderá conferir o Festival Boa Mesa onde restaurantes, bares e hotéis preparam durante todo um período um prato exclusivo para o evento. O festival também oferece aulas-shows abertas com chefs convidados.

O festival de Caxambu quer conquistar o turista pelo estômago e movimentar a cidade. Segundo um dos organizadores do evento, Marcos Valério Rocha, Coordenador da Regional Minas Gerais da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), ” O Festival tem como objetivo contribuir para que a gastronomia de Minas Gerais, em especial de Caxambu, se desenvolva. Com a função de trazer qualificação profissional, atualização dos profissionais.”

Dentro da programação é feito um intercâmbio de chefs de várias regiões de Minas Gerais, principalmente de Belo Horizonte, para ajudar na qualificação e trocas de informações com os chefs locais. Em 2020 esse trabalho será feito em conjunto com o SENAC Minas.

De acordo com o Prefeito Diogo Curi Hauegen, o objetivo do evento é construir e preparar a cidade para receber os turistas e mostrar o que a região tem a oferecer.

O Boa Mesa 2020 é uma realização do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Caxambu e do Caxambu e Região Convention & Visitors Bureau com apoio da Frente Mineira da Gastronomia, Senac MG, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, CNC e Prefeitura Municipal de Caxambu.

CARNAVAL

O carnaval também é uma opção em Caxambu, a programação inclui diversos shows, blocos caricatos e bandas. Ocorrerá entre os dias 21 e 25 de fevereiro, confira a programação completa no site

MANTIQUEIRA DE MINAS

Além de conhecer Caxambu, você pode aproveitar a viagem para conhecer as cidades do entorno. Os municípios de Baependi, Cruzília, Aiuruoca, Alagoa e Itamonte estão distantes entre 3 e 60 quilômetros.

Bem ao lado de Caxambu está Baependi, a terra da Beata Nhá Chica, na Rota do Circuito Religioso da Estrada Real. Distante menos de 15 quilômetros, os queijos finos e a história da raça Manga Larga Marchador podem ser encontrados em Cruzília. Andando um pouco mais, Aiuruoca oferece cachoeiras, ao lado, no alto da Mantiqueira, e praticamente dentro do Parque Estadual da Serra do Papagaio, está Alagoa tem o queijo parmesão mundialmente famoso, que nós já falamos nesta matéria. Em Itamonte está a entrada do Parque Nacional do Itatiaia com suas formações rochosa e altitudes.

COMO CHEGAR

Caxambu fica a 379 km de Belo Horizonte acesso pela BR-381 (até Campanha) e BR-267 

De ônibus: A viação Gardênia liga a cidade à Belo Horizonte. A viação Cidade do Aço faz a linha Caxambu/ Rio de Janeiro. Já a Cometa liga a cidade à São Paulo

De avião:  o aeroporto mais próximo é o de Juiz de Fora, a 200 quilômetros

Receba novidades direto no seu email!

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: