#Museusporai Museu dos Brinquedos

Começamos neste mês de outubro uma série sobre os museus do mundo.  Ela pretende mostrar os coleções  que visitamos por aí, locais que nossos amigos visitam, que vocês visitam ou que queremos visitar. Não iremos restringir territórios, quemos conhecer e apresentar para vocês os mais diferentes museus de todo o mundo.  Mostrar que museus são locais de apresentar um assunto, preservar e, por que não,  se divertir. Conteúdo novo toda sexta-feira!

Visitou um museu interessante? Nos conte, compartilhe conosco a sua visita!

Marque a nossa hashtag #museusporai e #popfino nas redes sociais!

MUSEU DOS BRINQUEDOS

Começamos a nossa série com um lugar no coração de Belo Horizonte, localizado na Avenida Afonso Pena, o Museu dos Brinquedos. Um espaço feito para agradar crianças e adultos

O Museu dos Brinquedos foi aberto em 2006, com a missão de preservar e difundir o patrimônio cultural lúdico da infância no Brasil. Já recebeu cerca de 86 mil visitantes, que assistiram a mais de 170 apresentações culturais e participaram de outras tantas atividades artísticas, físicas e itinerantes.

ACERVO

Os objetos do acervo do Museu dos Brinquedos compreendem o período do início do século XX até os dias atuais. Em sua maioria, são exemplos da especialização infantil da produção de brinquedos destinados ao uso individual, sendo os mais antigos contemporâneos ao processo de constituição de uma nova estrutura da família e conseqüente valorização da infância no Brasil, ocorrido ao longo da segunda metade do século XIX e inicio do XX.

Foto: Amanda Seixas

Com aproximadamente 5.000 peças, de procedência nacional e internacional, o acervo é composto, entre outros objetos, de bonecas, carrinhos, carrinhos de bebê, móveis, fogões, louças, máquinas de costura, ferros de passar roupa, trenzinhos, autoramas, velocípedes, pelúcias, cavalos de pau, fantoches, robôs, jogos, brinquedos musicais, livros infanto-juvenis, lanternas mágicas. Atualmente, permanecem em exposição aproximadamente 800 exemplares dos mais diversos países.

Bonecas  –  O espaço tem uma coleção de cerca de 600  bonecas. São feitas dos mais variados materiais como massa, porcelana, biscuit, madeira ou pelica, com enchimento de serragem, celulóide, de borracha, pano e ou plástico, as bonecas despertam lembranças e sentimentos em crianças e adultos. A mais antiga do acervo tem quase cem anos e foi produzida na Alemanha, no início do século XX.

Brinquedos raros –  Imagine a primeira máquina de costura feita especialmente para as crianças? E um cavalinho de lata, retirado de um antigo carrossel de um parque de diversões da Inglaterra? E ainda poder ouvir o som de um gramofone de 1890 e melodias de caixinhas de músicas antigas… A coleção de Raros do Museu dos Brinquedos guarda muitas curiosidades para os visitantes.

Antigos – Pião, iô-iô, argolas, dama e xadrez, bolinhas de gude, 5 Marias, bilboquê, bumerangue, estilingue, varetas, bambolê, aros, dardos, bola, corda, petecas, chocalhos marionetes e fantoches são exemplos dos brinquedos mais antigos da humanidade. Como parte do acervo, temos exemplares antigo e réplicas atuais para os visitantes brincarem e vivenciarem como seus ancestrais se divertiam.

Pelúcias – Inventados no século 19, nos EUA, onde são conhecidos como “teddy-bear” por um motivo curioso: o presidente americano Theodore Roosevelt se recusou a participar de uma caçada de ursos em 1902 e um fabricante de ursinhos de pelúcia decidiu batizá-los de ‘teddy-bear’ em homenagem a Roosevelt (Teddy é apelido da filha de Theodore). Vários ursinhos de pelúcia de diferentes tamanhos, materiais e nacionalidade fazem parte também do acervo do Museu dos Brinquedos.

Anos 80 –  Uma coleção divertida apresenta brinquedos dos anos 80 e conta a história da primeira geração que teve contato com o mundo eletrônico. Playmobil, Videogames, Pense Bem, Banco Imobiliário, Detetive, Barbie, Moranguinho, Amiguinha, Kit Frite são uma das tantas estrelas desta coleção.

Fotos: Amanda Seixas

MÊS DAS CRIANÇAS

Ao longo do mês de outubro o espaço receberá visitantes que vão conhecer a nova exposição de longa duração, “Tempo Será – histórias e memórias do brincar” e aproveitar toda a estrutura revitalizada do espaço, que passou por recente reforma, incluindo o pátio de brinquedos e brincadeiras, a brinquedoteca. Além disso, aos sábados e feriados, o Museu traz uma oficina especial, “Criança e a Cidade”, e uma programação cultural, sempre às 16h. Ações itinerantes e formativas vão completar a programação do mês das crianças.

O ingresso para entrada no Museu dos brinquedos custa R$ 24, com meia entrada, para permanência no local durante todo o horário de funcionamento.

SERVIÇO

Endereço: Av. Afonso Pena, 2564 –  Funcionários -Belo Horizonte

Ingressos: R$ 24 reais, com meia entrada

Informações: http://www.museudosbrinquedos.org.br

Telefone:  (31) 3261-3992

Foto: Amanda Seixas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.